TOPO

Musicais

por Redação / Publicado em domingo, 31 maio 2015 14:01 PM / / 1064 views

11nov2014---elenco-de-chacrinha-o-musical-durante-passagem-de-cena-no-teatro-joao-caetano-no-rio-de-janeiro-1415744941045_956x500
Na noite de sábado (30), aconteceu mais uma sessão para o público do espetáculo “Chacrinha, O Musical”, no Teatro Alfa, em São Paulo.

O ator Reynaldo Gianecchini, que estava na plateia, foi chamado para subir no palco e fez uma participação no espetáculo protagonizado por Stepan Nercessian, que interpreta o "velho guerreiro".
 
Muito sem graça e tímido, Gianecchini dançou rodeado pelas chacretes e causou uma gritaria na plateia.
 
O humorista Márvio Lúcio, o "Carioca" do programa "Pânico na Band", também subiu no palco e cantou a música "Exagerado" de Cazuza.
 
Após o espetáculo, os famosos foram ao camarim para cumprimentar o elenco. Gianecchini ainda tirou fotos com as chacretes e com o ator Diego Campagnolli, que intepreta Dercy Gonçalves, o assistente de palco Russo, entre outros. 
 
O musical
 
Em homenagem ao "Velho Guerreiro", o espetáculo "Chacrinha, o musical", dirigido por Andrucha Waddington, está em cartaz em São Paulo após temporada no Teatro João Caetano, no centro do Rio. 
 
Com texto de Pedro Bial e Rodrigo Nogueira, o musical conta com os atores Stepan Nercessian e Leo Bahia interpretando o apresentador em fases distintas da vida.
 
A trajetória de Abelardo Barbosa é contada desde sua infância em Surubim, em Pernambuco, até o auge de sua carreira, no programa de auditório "Cassino do Chacrinha", da TV Globo. A produção no palco tem as chacretes, os trocadilhos infames, buzinadas e o famoso troféu abacaxi.
 
A trilha sonora conta com 60 canções da música nacional da época, como "O meu sangue ferve por você" (Sidnei Magal), "O amor e o poder" (eternizada por Rosana), "Tente outra vez" (Raul Seixas), "Televisão" (Titãs) e "Fogo e Paixão" (Wando).
 
Além dos dois atores no papel principal, o elenco conta ainda com 22 atores-cantores-bailarinos, que interpretam familiares de Chacrinha e personalidades como Boni e Elke Maravilha.
 
O musical fecha a trilogia Uma Aventura Brasileira de espetáculos nacional, que contou com "Elis, A musical", que segue em turnê pelo Brasil, e "Se eu fosse você, o musical".  
 
|