TOPO

FAB investiga qualidade de combustível do avião que levava Huck e Angélica

por Redação / Publicado em terça-feira, 26 maio 2015 18:30 PM / / 523 views

A-gente-encarou-como-um-milagre-o-renascimento-diz-Luciano-Huck

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB), investiga se o avião que levava os apresentadores Luciano Huck e Angélica a Campo Grande (MS) voava com combustível adulterado na hora do acidente, que ocorreu domingo (24), em uma fazenda, a 30 km do Aeroporto Internacional da cidade.

De acordo com a assessoria da FAB, a aeronave foi recolhida do local do acidente para o hangar da empresa operadora, em Campo Grande, onde os investigadores do Cenipa irão retirar componentes do sistema de combustível para análise. A ação inicial consiste na coleta de amostras de combustível, óleo do motor e filtros, fotografia de detalhes da aeronave, além de entrevistas e levantamento de evidências. O procedimento é comum nesse tipo de investigação.

A ação inicial consiste na coleta de amostras de combustível, óleo do motor e filtros, fotografia de detalhes da aeronave, além de entrevistas e levantamento de evidências. O procedimento é comum nesse tipo de investigação, segundo a assessoria. Todas as amostras serão levadas para o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), localizado em São José dos Campos (SP).

No último domingo, a aeronave modelo Embraer 820 apresentou falhas no sistema de abastecimento de combustível, o que levou o piloto a fazer um pouso forçado no pasto de uma fazenda. Os apresentadores, os três filhos, as duas babás e a tripulação sofreram apenas ferimentos leves.

Ainda de acordo com a assessoria da FAB, a equipe que realizou a ação inicial é composta por investigadores do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV) e um oficial da Base Aérea de Campo Grande. Há também um engenheiro da Embraer.

|