TOPO

Ex de Sofía Vergara insiste em usar embriões

por Christian Simon / Publicado em quinta-feira, 07 maio 2015 15:04 PM / / 570 views

sophiaNick Loeb, ex-companheiro da atriz colombiana Sofía Vergara, insistiu nesta quinta-feira em seu desejo de dar prosseguimento ao uso dos embriões que congelou com a artista e arcar sozinho com os custos de criar os bebês.

Loeb, um empresário de 39 anos, ressaltou que não mudará de ideia mesmo se tiver um relacionamento com outra mulher, ou se Vergara decidir se encarregar do assunto com seu novo namorado, Joe Manganiello.

“Absolutamente não. Não tem a ver com uma mulher sobre outra mulher. Tem a ver com duas vidas que criamos e que existem”, disse Loeb em uma entrevista à rede NBC.

“Enquanto eu estiver envolvido na paternidade, não será diferente da situação de termos tido filhos e nos separarmos. Teríamos a guarda compartilhada”, acrescentou.

Vergara e Loeb fecundaram vários embriões que estão congelados em uma clínica em Los Angeles com a ideia de que fossem implantados em uma mulher que levasse a gestação adiante. Depois de tentativas fracassadas, o casal se separou em 2014, mas dois embriões femininos permanecem na clínica.

O casal havia assinado contratos sobre o destino dos embriões, inclusive sobre a necessidade de que ambos estejam de acordo em qualquer situação, mas os documentos não contemplaram a possibilidade de uma separação do casal.

Vergara, que nesta quinta-feira receberá sua estrela na Calçada da Fama de Hollywood, quer que os embriões permaneçam congelados indefinidamente, disse seu advogado Fred Silberberg.

Mas Loeb apresentou em um Tribunal uma demanda contra Vergara pela custódia dos dois embriões restantes, alegando razões morais para vetar sua destruição ou permanência em um congelador. Em 22 de maio será realizada uma audiência no caso.

O empresário disse estar disposto a assumir “todas as responsabilidades financeiras” para criar as meninas, mas deixou claro que Vergara pode se envolver se quiser.

“Não há nada que eu queira fazer mais que trazer estas crianças à vida para mim”, disse.

A colombiana, a atriz de televisão mais bem paga do mundo nos últimos três anos, muito zelosa com sua privacidade, criticou nesta quinta-feira o fato de o tema continuar sendo explorado pelos meios de comunicação.

“Trabalhei muito duro para chegar a este lugar. Promovo meu filme, meu trabalho, não quero promover minha vida privada. Não quero permitir que esta pessoa se aproveite de minha carreira para se autopromover e obter publicidade por isso”, afirmou o canal ABC.

|

Comentários no Facebook