TOPO

Ex-atriz pornô em série, Miá Mello diz ter vergonha de falar de sexo

por Redação / Publicado em quinta-feira, 21 maio 2015 12:32 PM / / 872 views

img_2415
Miá Mello é Stephanie na série “Acredita na Peruca”

Ter uma ex-atriz pornô no currículo é algo que Miá Mello nem imaginava antes de entrar para o elenco da série “Acredita na Peruca”, do Multishow. Reservada, a atriz enxergou ali um fator instigante para aceitar o trabalho: tocar num assunto que costuma evitar no dia a dia.

“Ela foge do registro do que estou acostumada a fazer e é muito diferente de mim. Elas falam de sexo de uma maneira tão despudorada, já eu tenho vergonha. Você vê que eu até falo a palavra sexo mais baixo (risos), para mim é uma coisa muito íntima”, afirma.

Para se sentir mais familiarizada com esse universo, a atriz viu documentários e assistiu a diversas reportagens. Até o Prêmio da Indústria Pornô, que aconteceu em São Paulo, no ano passado, serviu como parte de seu laboratório.

“Prestei atenção nas entrevistas delas, e não tem nada de sex appeal, é tudo muito natural, como se eu estivesse falando do meu último filme. Queria absorver isso. É tudo muito diferente, mas não fiquei horrorizada. Continuo com todos os meus pudores, não gosto de ficar falando, mas passei a respeitar muito mais”, diz ela, que se considera uma CDF e anota as biografias de cada personagem num caderninho.

A segunda etapa da criação de Stephanie foi acrescentar algumas características da própria intérprete para fugir do estereótipo. “Pensei numa forma de dar camadas a ela. Emprestei esse lado mais atrapalhado, brincalhona. Sou mais moleca mesmo, e acho que ficou uma mistura legal, deu uma suavizada nesse texto, no figurino. Ficou uma mistura mais interessante”, analisa.

A caminho do drama
Encarar uma plateia e o intenso ritmo de ensaios e gravações da série, que chegava a três episódios por semana, foi mais um desafio para Miá. “Peça você ensaia por dois meses, e quando estreia, ainda tem duas ou três semanas para consolidar. Aqui a gente não tinha esse tempo. É uma mistura de TV com teatro, que não é uma coisa nem outra, é essa maluquice”, brinca.

Depois de emendar as filmagens de “Meu Passado me Condena 2” em Portugal com a série, no Rio, a intérprete já se prepara para rodar em seguida outro longa-metragem. Embora seus trabalhos mais recentes tenham sido voltados para a comédia, ela não esconde a vontade de fazer algo mais dramático. E faz questão de ressaltar que não é humorista, mas atriz.

“Entrei na televisão fazendo humor e é difícil tirar esse estigma. Quem é que vai me chamar pra fazer drama? Tenho essa preocupação, o que eu mais gosto de fazer é dramaturgia, onde eu posso brincar de outras coisas. O filme é uma comédia, mas minha personagem não é piadista. Já é um passo”, afirma.

|

Comentários no Facebook