Band exibe vídeo de liberdade religiosa após Datena ofender ateus na TV

A Band começou a exibir, desde o dia 21 de maio, vídeos de 40 segundos que ressaltam que o Estado brasileiro não possui religião oficial após um acordo entre o Ministério Público Federal em São Paulo e a emissora.

O termo foi assinado após um processo movido pelo MPF em 2010 contra a emissora sobre declarações preconceituosas ditas pelo apresentador José Luiz Datena durante o programa "Brasil Urgente" contra cidadãos ateus.

O material da campanha deverá ser exibido 72 vezes, nos intervalos dos programas "Brasil Urgente" e "Jornal da Band", de segunda a sábado, entre 16h15 e 20h20, e do "Canal Livre", entre 00h15 e 01h15, de domingo para segunda até o dia 1º de novembro.

Procurada pelo UOL, a Band comentou que "é importante ressaltar que não houve condenação, mas sim um acordo".

O apresentador José Luiz Datena e o repórter Márcio Campos, em reportagem sobre o fuzilamento de um jovem, em 2010, relacionaram o crime bárbaro à "ausência de Deus".

por
Estado brasileiro não possui religião oficial

A Band começou a exibir, desde o dia 21 de maio, vídeos de 40 segundos que ressaltam que o Estado brasileiro não possui religião oficial após um acordo entre o Ministério Público Federal em São Paulo e a emissora.

O termo foi assinado após um processo movido pelo MPF em 2010 contra a emissora sobre declarações preconceituosas ditas pelo apresentador José Luiz Datena durante o programa “Brasil Urgente” contra cidadãos ateus.

O material da campanha deverá ser exibido 72 vezes, nos intervalos dos programas “Brasil Urgente” e “Jornal da Band”, de segunda a sábado, entre 16h15 e 20h20, e do “Canal Livre”, entre 00h15 e 01h15, de domingo para segunda até o dia 1º de novembro.

Procurada pelo Popzone, a Band comentou que “é importante ressaltar que não houve condenação, mas sim um acordo”.

O apresentador José Luiz Datena e o repórter Márcio Campos, em reportagem sobre o fuzilamento de um jovem, em 2010, relacionaram o crime bárbaro à “ausência de Deus”.

Band exibe vídeo de liberdade religiosa após Datena ofender ateus na TV
José Luiz Datena
Datena insistiu, durante cinquenta minutos, na ideia de que só quem não acreditava em Deus poderia ser capaz de cometer tais crimes. “O sujeito que é ateu, na minha modesta opinião, não tem limites, é por isso que a gente vê esses crimes aí”, afirmou o apresentador na ocasião, que ainda completou:

“É por isso que o mundo está essa porcaria. Guerra, peste, fome e tudo mais, entendeu? São os caras do mal. Se bem que tem ateu que não é do mal, mas, é… o sujeito que não respeita os limites de Deus, é porque não sei, não respeita limite nenhum.”

Você também vai curtir