TOPO

Xuxa, Silvio Santos, Guga e Cafu são homenageados nos 50 Anos da TV Globo

por Redação / Publicado em sexta-feira, 24 abr 2015 12:53 PM / / 1051 views
ss15053445

A impressão era de que o ano tinha até acabado mais cedo: em pleno abril, grande parte do elenco global cantando “A festa é sua, hoje a festa é nossa, é de quem quiser, quem vier….”.  Não era vinheta de fim de ano e sim a gravação da grande festa de 50 anos da Globo, que aconteceu na noite desta quinta-feira (23), no Maracanãzinho, no Rio. No entanto, as pessoas que mais chamaram a atenção no evento não têm o crachá da emissora: Xuxa e Silvio Santos, homenageados no telão, e a presença de ídolos do esporte como Guga e Cafu.

O espetáculo, que envolveu cerca de 800 pessoas, entre artistas e equipe técnica, será exibido no próximo sábado, após “Babilônia”. Dirigido por LP Simonetti, o programa teve dois dias de ensaios e dois de gravações – apenas o segundo com presença de plateia, quase toda formada por funcionários da empresa, escolhidos por sorteio.

Após um depoimento do presidente do Grupo Globo, Roberto Irineu Marinho, teve início uma sequência frenética de performances. Elas sempre tinham gostinho de surpresa para o público, já que não havia um apresentador anunciando a próxima atração. Depois da edição, o resultado provavelmente será diferente, mas para quem acompanhava de perto,  era música atrás de música, sempre com ensaiadíssimas trocas de bailarinos no palco.

Por um lado, o formato deixou o show bem dinâmico: a festa durou cerca de uma hora e meia, e correu sem grandes imprevistos nem necessidade de regravações. Por outro, abriu mão da interação com a plateia. Para não alterar o cronograma, os artistas saíam de cena sem se dirigir a quem estava no ginásio. A exceção foi Carlinhos Brown, que se apresentou com a Timbalada: desejou parabéns à Globo e mandou os tradicionais gritos de guerra que costuma mostrar no “The Voice Brasil”.

Acompanhados por uma orquestra, Renato Aragão, Leandro Hassum, Marcelo Adnet e Lázaro Ramos abriram a noite com uma esquete enquanto imagens de arquivo no telão, com recortes de jornais da época, lembravam o dia da inauguração da emissora. Jovens atores como José Loreto, Rodrigo Simas e Kayky Brito, vestidos de mensageiros, distribuíram exemplares entre os presentes.

Primeira atração musical do evento, a banda Malta fez cover de “Metamorfose Ambulante” enquanto um ator apresentou uma performance mais conceitual, “invadindo” e destruindo televisores gigantes enquanto corria numa esteira. O resultado agradou a plateia, mas deu trabalho à produção, que corria para recolher os papelões espalhados pelo cenário antes do próximo bloco, um verdadeiro túnel do tempo para os noveleiros de plantão.

Gaby Amarantos lembrou o hit “Ex Mai Love”, tema de “Cheias de Charme”, e dividiu os holofotes com Claudia Abreu, caracterizada como Chayene. Foi só o pontapé inicial para tributos a folhetins como “Pecado Capital”, com Thiaguinho, e “Vale Tudo”, com Paulo Ricardo. Mas a plateia vibrou mesmo com “Me Chama que Eu Vou”, de “Rainha da Sucata”, na voz de Latino, e “Dona”, de “Roque Santeiro”, com o Roupa Nova. A nostalgia dos fãs de Sinhozinho Malta e Viúva Porcina ficou completa com a presença de Lima Duarte e Regina Duarte, bastante aplaudidos.

Xuxa e Silvio no telão

96df1f9af3f1116c122b41a80925261c

O bloco infantil teve Anitta e Projota cantando “Plunct, Plact, Zum” e Angélica vestida como a Fada Bela de “Caça-Talentos”, mas quem roubou a cena foi Priscila. Sim, a sheepdog gigante da “TV Colosso”, que se acabou de dançar no palco e quase atropelou um dos carrinhos do próximo número na saída, enquanto retribuía os acenos da galera.

Ídolo de algumas gerações de baixinhos, Xuxa, agora contratada da Record, não foi deixada de lado nessa homenagem. Seus vários programas na emissora, como o “Xou da Xuxa” e “Xuxa no Mundo da Imaginação”, em que interpretava a Bruxa Keka, foram lembrados no telão, junto com outros infantis de sucesso. Mas ela não foi a única ex-global que “invadiu” a festa: Sérgio Mallandro e Silvio Santos também não ficaram de fora da retrospectiva.

Entre tributos mais mornos ao Criança Esperança, séries e até comerciais clássicos, a entrada de Galvão Bueno deu um pouco mais de emoção à noite: o locutor esportivo narrou, ao vivo, momentos importantes do esporte, como a medalha de ouro da seleção de vôlei nas Olimpíadas de Barcelona e o tetra em 1994. Atletas como Tande, Daiane dos Santos, Maurren Maggi, Guga e Cafu, levaram o público ao delírio. Ainda mais porque elas puderam levar algumas relíquias para casa – as bolas que os campeões bateram no palco.

Também disputadíssimas foram as indefectíveis rosas distribuídas por Roberto Carlos em seus shows. No entanto, dessa vez, enquanto o Rei cantava “Emoções”, as flores eram distribuídas por atores como Jayme Matarazzo, Bruna Marquezine, Marina Ruy Barbosa e Marcello Melo Jr (o mais aplaudido do grupo).

Uma chuva de papel picado encerrou a comemoração, com todos de volta ao palco. Encerrados os trabalhos, muitos ainda ficam no palco e dançam ao som de “Happy”, de Pharrell Williams. Enquanto Paulo Ricardo é tietado por uma dupla de bailarinas, Lúcio Mauro Filho registra tudo no celular e filma Leandro Hassum, Anitta e Sandra de Sá animados.

Enquanto os adultos se retiravam, os atores mirins Gabriel Palhares, o Luca de “Sete Vidas”, e Nathália Costa, a Bella de “Alto Astral”, se esbaldavam no palco. Na saída, convidados e curiosos disputavam espaço com “Pânico” e “CQC” para tentar chegar mais pertinho e até, quem sabe, tirar uma foto com o ídolo. Afinal, a festa é sua, é nossa, de quem quiser…

Veja a vinheta de fim de ano da Globo 2014-2015

|

Comentários no Facebook