Xororó revela que escreveu música para filho de Sandy: “Vida de vô”

Xororó está encantando com a nova vida de avô. O cantor sertanejo foi o entrevistado do “The Noite” desta quinta-feira (9), com seu parceiro e irmão Chitãozinho, e revelou para Danilo Gentili que escreveu uma canção para o neto, Theo, de nove meses.

por
xororo e neto
Xororó está encantando com a nova vida de avô. O cantor sertanejo foi o entrevistado do “The Noite” desta quinta-feira (9), com seu parceiro e irmão Chitãozinho, e revelou para Danilo Gentili que escreveu uma canção para o neto, Theo, de nove meses.

“Me perguntaram se eu tinha escrito uma música  para o meu neto e isso não tinha acontecido. Aí começou a aparecer uma letra, uma música e agora eu tenho uma música para ele”, contou ele antes de começar a canção. “Vida de vô, que vida boa. É tempo de pôr o trem nos trilhos. Matar a saudade da infância dos filhos. Vida de vô, que vida boa. Vida que segue sem compromisso, vida de paz, desde o início, de um tempo que agora parece que voa”, cantou.

O sertanejo também lembrou de sua juventude, começo de carreira, quando teve problemas na voz por abusos na vida noturna.

“Quando a gente tinha vinte e poucos anos, fazíamos show e íamos pra night. Aí fomos a um bar e estavam Tonico e Tinoco. A gente falou pra eles que íamos tomar uma ‘canja de galinha’. Eles me disseram ‘não, nossa enxada é a nossa voz. Nada melhor para a voz do que o sono’. Eu vivia com a voz estourada e arranhada. Depois que eu recebi este conselho, nunca mais saí depois de um show”, lembrou Xororó.

“Na década de 1980, viajamos muito. Chegamos a fazer 285 shows em um ano, ficamos doentes e com problemas de garganta. Isso é normal com artistas que estão começando”, completou Chitãozinho.

Como quaisquer irmãos têm seus desentendimentos, Danilo Gentili quis saber se os cantores já problemas nos bastidores.

“Brigar musicalmente nunca. Somos em oito irmãos e somos os mais velhos. Botamos o pé na estrada, colocamos dinheiro em casa e ajudamos a criar nossos irmãos. Pensamos em desistir. Foram 10 anos antes de fazer sucesso. Estávamos pensando em vender nosso Fusca para pagar as contas e arrumar um emprego para ganhar dinheiro. Até que ligamos o rádio e estava tocando uma música do Raul Seixas que dizia ‘Tente outra vez’. A gente entendeu que aquilo era uma mensagem”, lembrou Chitão.

Você também vai curtir