Velozes e Furiosos 7 – “Só falo em português com ela”, diz mãe brasileira de atriz

Divulgação/PondsJordana Brewster com sua mãe, Maria João, em campanha da Ponds O longa "Velozes e Furiosos 7" quebrou mais um recorde. Após duas semanas em cartaz, ele se tornou o filme que mais rápido arrecadou US$1 bilhão. Parte desse sucesso pode ser atribuído ao sangue brasileiro de Jordana Brewster, 34 anos, que interpreta a personagem Mia Toretto, casada com O’Conner, personagem de Paul Walker (morto em um acidente de carro em 2013). Embora Jordana tenha nascido no Panamá, ela é filha da ex-modelo brasileira Maria João Brewster, que não revela a idade real. 

por

Velozes e Furiosos 7

Jordana Brewster com sua mãe, Maria João, em campanha da Ponds

O longa “Velozes e Furiosos 7” quebrou mais um recorde. Após duas semanas em cartaz, ele se tornou o filme que mais rápido arrecadou US$1 bilhão. Parte desse sucesso pode ser atribuído ao sangue brasileiro de Jordana Brewster, 34 anos, que interpreta a personagem Mia Toretto, casada com O’Conner, personagem de Paul Walker (morto em um acidente de carro em 2013). Embora Jordana tenha nascido no Panamá, ela é filha da ex-modelo brasileira Maria João Brewster, que não revela a idade real.

Maria João, que foi modelo nos anos 70, é até hoje a única brasileira a estampar a capa da revista americana “Sports Illustrated Swimsuit Issue”, em 1978, dois anos antes de Jordana nascer. “Estou surpresa de ter sido a única brasileira a aparecer na capa da revista. Há tantas modelos lindas”, disse Maria João, por e-mail, em entrevista ao UOL. Ela ensina o segredo da juventude. “Eu sempre limpei e hidratei minha pele duas vezes ao dia e ensinei minhas filhas a fazerem o mesmo. Não tenho tempo ou a necessidade de fazer um milhão de coisas na pele. Também uso creme anti-rugas”.

Reprodução

Velozes e Furiosos 7

A modelo Maria João na capa da “Sports Illustrated” de 1978

Velozes e Furiosos 7 As revistas de celebridades americanas rotineiramente publicam reportagens em que destacam a beleza da mãe, enfatizando que elas se parecem irmãs, e não mãe e filha. “Longe de mim de reclamar dessas comparações. Mas eu não sou obcecada em olhar para mim como se eu tivesse 30 anos. Eu só quero ser a minha melhor versão. Tento ensinar a Jordana e sua irmã a beleza de envelhecer graciosamente”, explicou.

Recentemente, as duas estrelaram nos Estados Unidos uma campanha publicitária da marca de cosméticos Ponds, onde retratam a passagem do tempo entre gerações que usam a marca. “Quando criança, Jordana me acompanhou em muitos ensaios. E eu já a acompanhei em muitos também. Mas, para nós, trabalharmos juntas foi uma experiência especial. Foi muito divertido aquele dia”.
Poucos diriam, inclusive, que Maria João já é avó. Seu neto, Julian Form-Brewster, de quase dois anos, é fruto do casamento de Jordana com o produtor Andrew Form. O neto, aliás, é um dos motivos que impedem que ela visite com mais frequência o Brasil. “Eu vou ao país uma vez ao ano para ver minha mãe. Agora está muito difícil ficar longe do meu neto. Do Brasil eu sinto falta do clima informal da praia”.
Morte de Paul Walker
A morte do ator Paul Walker em 2013 em um acidente de carro marcou muito Jordana, já que ela interpretava a esposa do personagem na franquia “Velozes e Furiosos”. “Eu amei o resultado do último filme, embora tenha sido triste o que aconteceu [o acidente]”, disse Maria João, citando uma cena em que Jordana conversa ao telefone com o personagem de Paul. “Eles foram tão comoventes, tão emocional”.
A influência da cultura brasileira é muito forte na família Brewster. O primeiro papel no cinema de Jordana, por exemplo, foi no filme “Super Xuxa contra Baixo Astral” (1988). “Ela tinha apenas nove anos”, lembra a mãe. “O Brasil é muito importante [para as filhas]. Você nunca perde suas influências de infância”, completou. Jordana morou no país por quatro anos na década de 80.
Em casa, inclusive, o idioma oficial é o português. “Eu falo em português e inglês com as minhas filhas. Mas é claro que as discussões são em português”, brinca Maria João, que depois que a filha ficou famosa, deixou de ser a modelo brasileira de sucesso para se tornar “a mãe de uma atriz de Hollywood”. “Eu não trocaria o título de ‘mãe’ por nada” Eu não poderia estar mais orgulhosa das minhas duas filhas e seu sucesso em suas vidas pessoais e profissionais”.
Até domingo (19), o longa “Velozes e Furiosos 7” já tinha somado US$ 1,153 bi – o que o coloca no sétimo lugar entre as maiores bilheterias de todos os tempos.
Confira as 10 maiores bilheterias do mundo:
1- “Avatar” (2009)
2- “Titanic” (1997)
3- “Os Vingadores” (2012)
4- Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 (2011)
5- “Frozen – Uma Aventura Congelante” (2013)
6- “Homem de Ferro 3” (2013)
7- “Velozes e Furiosos 7” (2015)
8- “Transformers: O Lado Oculto da Lua” (2011)
9- “O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei” (2003)
10 – “007 – Operação Skyfall” (2012)

Trailer legendado de “Velozes e Furiosos 7”