TOPO

Transex Thalita Zampirolli quer ser mãe e apresentadora de programa infantl

por Redação / Publicado em quarta-feira, 29 abr 2015 17:59 PM / / 1064 views

5px90rtu12_4wkbdr7nrl_file

A transexual Thalita Zampirolli, de 25 anos, falou na tarde desta quarta-feira (29) sobre os objetivos que pretende alcançar ao longo do ano. Ela enumerou os dois principais, que é o desejo de construir uma família e o de se tornar apresentadora de um programa infantil.

“Primeiro, eu quero construir uma família, quero muito ser mãe. E segundo, ser uma apresentadora. Eu gosto muito de criança, gosto de estar perto de crianças. Quem sabe eu não possa ser apresentadora infantil. Mas o meu primeiro objetivo, hoje, é o de construir a minha família”, contou Thalita durante participação no “Mulheres”, da TV Gazeta.

No último dia 19, a modelo participou do “Programa Silvio Santos”, onde foi “apalpada” pelo dono do SBT. “Eu sempre tive vontade de sair com homem, vou me entregar a ele”, disparou o apresentador aos risos. “Você tinha bilau?”, quis saber o dono do SBT. “Hoje eu tenho uma menina linda e rosadinha. Se você quiser eu te mostro”, respondeu a modelo, que ainda completou. “Agora tenho uma linda menina. Eliminei uma coisa que não me pertencia”, completou em seguida.

Durante o papo, Silvio Santos disse ainda que a transex era uma “loirinha pra ninguém botar defeito”, passou a mão na perna dela, olhou por dentro do vestido e analisou seu corpo.

Na tarde desta quinta, Thalita repercutiu o assunto, disse que “Silvio é o seu ídolo, foi um fofo e que ficou encantada com o apresentador”. A modelo contou ainda que os amigos a questionaram perguntaram se ela teria mostrado de fato às partes íntimas ao dono do SBT.

Thalita Zampirolli ficou conhecida em dezembro do ano passado, quando foi fotograda saindo de uma casa noturna –e de mãos dadas– com o deputado federal Romário (PSB-RJ). Ele entrou na Justiça e conseguiu o direito de proibir a modelo transexual de falar publicamente sobre um suposto relacionamento amoroso que teria mantido com o ex-craque da seleção brasileira ou exibir fotos e vídeos dos dois juntos, caso este material exista. Se não cumprir a ordem judicial, Thalita terá que pagar R$ 10.000 de multa por cada vez que lembrar a história, em público ou na imprensa.

|

Comentários no Facebook