Roberto Justus exige que mulher precise ter ocupação

Rodrigo Belentani/DivulgaçãoRoberto Justus é o entrevistado do quadro "Elas Querem Saber" do "Programa Raul Gil" do SBT

por
  • Rodrigo Belentani/Divulgação"Mulher tem que ter ocupação, tem que ter assunto. Exijo isso", diz Justus

    Roberto Justus é o entrevistado do quadro “Elas Querem Saber” do “Programa Raul Gil” do SBT

Roberto Justus é o convidado do quadro “Elas Querem Saber” do “Programa Raul Gil” deste sábado (18). Durante a conversa com Thammy Miranda, Val Marchiori, Lidya Sayeg e Penélope Nova, o apresentador falou sobre sua noiva Ana Paula Siebert, de 27 anos, filhos e ex-namoradas.

Com uma extensa lista de ex-mulheres famosas e belas, Justus que já namorou dois anos a apresentadora Eliana, foi casado com Adriane Galisteu e com Ticiane Pinheiro, garante que não tem preferência pelas loiras.

“Não tenho aquela história de loira ou morena, eu tenho a mulher ideal naquele momento”, explicou.

O empresário comentou a declaração que Galisteu fez no passado dizendo que ele era mais vaidoso do que ela.

“Se você perguntar pra ela hoje, ela vai dizer que se arrependeu de ter falado”.

No dia 30 deste mês, ele sobe ao altar novamente com a modelo e ex-participante do reality show “O Aprendiz” Ana Paula, 32 anos mais jovem que ele.

“Ela é muito mais madura do que muita mulher que já conheci”, destaca ele, que considera fundamental que suas mulheres trabalhem e tenham independência.

“Mulher tem que ter ocupação, tem que ter assunto. Eu exijo isso, para mim isso é importante”, disse.

Pai de quatro filhos, Roberto Justus, 59 anos, garante que não está com pressa de encomendar mais um herdeiro e combinou com a mulher que não falarão sobre isso nos próximos cinco anos. O apresentador contou ainda como reagiria se tivesse um fiho gay.

“Eu não ia curtir, mas ia dar o maior apoio do mundo. Não ia me deixar feliz, mas aceitaria”.

A caminho do quinto casamento, Justus disse que aprendeu a não rotular a mulher ideal e explicou o motivo de ter casado tantas vezes.
“As pessoas ficam enrolando relações infelizes e jogam a vida fora”.

O papo teve espaço também para o apresentador falar de sua carreira e sucesso: “Não me considero poderoso, tenho uma humildade incrível”.

Você também vai curtir