James Bay, Death Cabie For Cutie e Tobias Jesso Jr. estão nos “Lançamentos Da Semana”

por

James BayChaos And The Calm

James Bay
Chaos And The Calm

Com apenas uma semana de lançamento, esse disco já se tornou o 20° mais vendido do ano no Reino Unido. Essa é mais uma prova de que por lá os artistas solo do sexo masculino estão vivendo um momento excepcional – em contraposição aos EUA onde as cantoras parecem predominar – isso falando de maneira geral logicamente.

O jovem James Bay de apenas 24 anos, leva a crer que em breve irá se juntar a nomes como Sam Smith, Ed Sheeran, George Ezra e tantos outros na lista de artistas britânicos mais conhecidos no mundo.

Não que a música dele tenha algo a ver com a dos citados acima. Até porque a diversidade parece ser a marca dessa geração, mas esse disco é daqueles que parecem ter nascido com a marca do sucesso.

James Bay

Bay ganhou o prêmio dos críticos no último BRIT Awards, um excelente pontapé para qualquer iniciante. Felizmente aqui o prêmio foi parar em boas mãos. Bay é um cantor e compositor de linhagem clássica.

James tem uma voz marcante, um tanto rouca e com inegável influência do R&B dos anos 60, que funciona tanto nas faixas mais agitadas quanto nas baladas.

Chaos And The Calm” foi provavelmente feito com o intuito de conquistar o público mainstream. Assim, temos momentos mais radiofônicos – como “Hold Back The River” com seu refrão pronto para ser cantado por multidões em festivais. A vantagem é ver que ele sabe dosar bem esse lado, com outro mais simples e discreto, que, diga-se, é bem mais eficiente.

O disco é assim um produto bem acabado e com potencial para atingir tanto o público adolescente – o fato dele ser bonito obviamente não irá atrapalhá-lo – quanto aquele mais adulto ou maduro.

Ouça “Hold Back The River” com James Bay presente no álbum “Chaos And The Calm


Death Cab For CutieKintsugi

Death Cab For Cutie
Kintsugi

Fazia tempo que os fãs esperavam por um novo álbum desta banda americana que já tem quase 20 anos de estrada. Para esses a notícia é boa. Apesar da demora, a espera foi recompensada, já que o disco tem tudo o que se espera deles: boas melodias, arranjos bem feitos e que fogem do convencional e letras inteligentes.

Para quem não os conhece, o DCFC é uma banda cult por excelência, com um número grande de admiradores em todo o planeta. Ainda que eles sejam vistos por setores da imprensa como precursores do emo, vale dizer que a música deles é ampla e rica.

Ou seja, ela passa longe daquela tristeza com clima pré-fabricada ou dos riffs de hardcore melódico, preferindo buscar inspiração no melhor do rock do final dos anos 70 e 80. Aos interessados, vale dizer que esse já é o oitavo trabalho deles e que o material anterior também é de excelente qualidade – o disco “Transatlanticism” de 2003 em particular vale muito a pena.

Ouça “Little Wanderer com o Death Cab For Cutie, presente no álbum “Kintsugi


Tobias Jesso Jr.Goon

Tobias Jesso Jr.
Goon

A cada trimestre a conceituada revista britânica Mojo publica uma lista com os 20 melhores lançamentos do trimestre. Entre os mais recentes trabalhos de Björk, Noel Gallagher, Bob Dylan, Mark Ronson, Laura Marling e Kendrick Lamar, está esse belíssimo disco de estreia do canadense Tobias Jesso Jr..

Apesar de só agora chegar ao primeiro trabalho, Jesso está prestes a completar 30 anos de idade e já passou um bom tempo na batalha. “Goon” é um álbum de baladas apaixonadas, nascidas depois do fim de um relacionamento amoroso.

Tobias Jesso Jr.

O resultado é um disco simples, mas intenso e muito especial – um daqueles casos cada vez mais raros de álbum que você tem vontade de ouvir repetidamente e que, de quebra, já cativou gente como Adele e Alana Haim (enquanto Danielle, outras das irmãs Haim toca bateria em uma das faixas deste disco).

Isso não quer dizer que a música aqui seja exatamente original. Jesso pisa em um caminho bastante trilhado, mas ele sabe usar essas influências a seu favor.

Como nesse caso estamos falando dos primeiros trabalhos solo de John Lennon e Paul McCartney – e também de Elton John ou de nomes mais cult como Emitt Rhodes – o resultado não poderia ser nada além de arrebatador. Se você gosta gosta de baladas bem compostas e executadas, que têm o piano como instrumento principal, não deixe de ouvir.

Ouça “How Could You Babe” com Tobias Jesso Jr. presente no álbum “Goon

Você também vai curtir