TOPO

Com Tati Quebra-Barraco, reality de funkeiras estreia na TV paga em maio

por Redação / Publicado em quarta-feira, 08 abr 2015 12:07 PM / / 1028 views

Cinco mulheres do funk de estilos diferentes, uma luxuosa cobertura em Copacabana. A mistura é a receita de “Lucky Ladies”, reality show comandado por Tati Quebra-Barraco que estreia em maio no canal pago Fox Life.”Minha missão aqui é transformar cinco garotas em funkeiras de verdade”, anuncia Tati no vídeo promocional do programa.

A atração conta com as participantes MC Sabrina, Mary Silvestre, MC Carol, Karol K e Mulher Filé.Em entrevistas para o canal, elas soltam o verbo. Sabrina, que começou na música aos 15 anos e ganhou o apelido de princesinha do funk, não perdoa a moda ostentação adotada por alguns MCs. “Você canta o que quiser.

luckyladieshorizontalMas minha ideia não é ostentação, minha ideia é a realidade”, conta ela, que se encantou pelo gênero musical apesar de a mãe ter tentado levá-la para a igreja na infância.Ex-miss e ex-coleguinha do “Caldeirão do Huck”, Mary quer provar que o fato de não ter nascido no morro não torna sua carreira menos legítima.

“Acredito no meu talento, estou aqui pra brilhar. O funk me atraiu porque é um movimento que passa a luta de cada um, mas que nunca perde alegria. Isso é uma característica minha”, analisa.Conhecida pelo hit “Minha Avó Tá Maluca”, Carol conta que suas letras nascem do seu dia a dia.

“A maioria vem de fatos que acontecem no meu cotidiano. Outras, de pessoas ao meu redor ou de coisas que observo”, afirma ela, que destaca a humildade como o segredo para fazer sucesso no mundo do funk.Com 17 anos de carreira, Karol diz que enfrentou preconceito por ter vindo do pop e ter sido cantora gospel.

“Pra conquistar sucesso no funk não basta só nascer na comunidade. Eu nasci uma estrela. Sou uma artista nata”, declara.Embora tenha levado o apelido por conta do corpo, Mulher Filé faz questão de frisar que é “mais que uma bunda”. “Funk hoje em dia está quebrando preconceitos. Antigamente o playboy ia pra favela pra curtir. Hoje a favela tá invadindo o lugar dos playboys. Vamos abrir a mente”, pede.

|