Com estreia marcada para junho, “True Detective” ganha primeiro teaser

Série sensação de 2014, "True Detective" volta renovada e com elenco de peso no dia 21 de junho, na HBO. A ansiedade dos fãs é tanta que o teaser da segunda temporada, divulgado nesta quinta-feira (9), levou o programa para os assuntos mais comentados do Twitter no mundo inteiro.

por

Série sensação de 2014, “True Detective” volta renovada e com elenco de peso no dia 21 de junho, na HBO. A ansiedade dos fãs é tanta que o teaser da segunda temporada, divulgado nesta quinta-feira (9), levou o programa para os assuntos mais comentados do Twitter no mundo inteiro.

Sem diálogos, o clipe mostra Colin Farrell de visual envelhecido e com um chamativo bigode, Vince Vaughn com cara de poucos amigos e Rachel McAdams em cena de ação – todas imagens bem diferentes do que cada ator está acostumado a mostrar em seus trabalhos no cinema.

Os oito novos episódio da série criada por Nic Pizzolatto giram em torno de três policiais, Ray Velcoro (Farrell), Paul Woodrugh (Taylor Kitsch) e Ani Bezzerides (McAdams) e um criminoso, Frank Semyon (Vaughn), que precisam lidar com uma rede de conspirações e traições que resultam num assassinato. Completando o elenco regular da série, a atriz Kelly Reilly interpreta Jordan, mulher de Frank: segundo a descrição oficial, ela é a principal aliada dele, mas vive em conflito interno por conta das decisões do marido.

Desta vez, a ação se passa em Los Angeles. Segundo a “EW”, um bizarro assassinato une a vida dos quatro protagonistas, que precisam lidar com uma rede de conspirações e traições. Na trama, Woodrugh, da California Highway Patrol, é quem descobre a cena do crime que dá o pontapé inicial numa longa investigação, que vai reunir as três forças policiais.

Sucesso na estreia

Em 2014, a atração, criada em formato de antologia, que traz novos personagens a cada ano, foi protagonizada por Matthew McConaughey e Woody Harrelson, como os detetives Rust Cohle e Marty Hart. A investigação sobre uma série de assassinatos que envolviam misteriosos rituais transformou a relação entre os parceiros.

A primeira temporada foi dirigida por Cary Fukunaga, que deixou sua marca na série ao dirigir os oito episódios (coisa pouco comum nas séries americanas) e ao levar para casa o Emmy de melhor diretor.

“Sabíamos que tínhamos uma boa história, mas você nunca sabe como as pessoas vão recebê-la. Tentamos diminuir nossas expectativas caso ninguém assistisse, então quando elas reagiram, quando começaram a surgir memes e vídeos de fãs, foi surpreendente”, afirmou Fukunaga ao Popzone, durante recente passagem no Rio de Janeiro.

Você também vai curtir