TOPO

“Sou turrona para mudar. Com certeza serei feliz”, diz Xuxa na Record

por Redação / Publicado em domingo, 15 mar 2015 15:10 PM / / 525 views
apresentadora_xuxa_-deixa_Globo_vai-para-record_03022015_02-850x565
Sob os olhares de funcionários, fãs, imprensa e o alto escalão da igreja Universal, Xuxa, que curiosamente estava toda vestida de preto, foi apresentada nesta quinta-feira (5) na rede Record, na sede da emissora em São Paulo. A “rainha dos baixinhos” fez um breve agradecimento aos fãs que a receberam no local e também ao vice-presidente artístico, Marcelo Silva, e assinou um contrato de três anos.

“É uma alegria ouvir vocês. Esse namoro dura um ano e meio, dois anos. Sou turrona para mudar as coisas e estou aqui porque eu te conheci, Marcelo. Fui muito feliz na Manchete, na rede Globo e tenho certeza que serei muito feliz na Record. Obrigada por acreditarem”, disse Xuxa.

Silva foi o maior responsável pela contratação de Xuxa, deu as boas-vindas à apresentadora. “Fiz questão que seus fãs estivessem aqui. Que a bancada fosse em [formato de] U para você se sentir abraçada”, disse o vice-presidente.

“Quando vi o logo da Record na entrada, eu me toquei: ‘caramba, estou na Record’. Estou muito feliz em fazer o que quero, desejo, sonho”, disse Xuxa, depois de conseguir o silêncio dos fãs, que não paravam de gritar dentro do estúdio. A loura relembrou que a mudança de emissora é uma situação diferente de tudo o que já passou anteriormente, já que tem quase 32 anos de profissão, sendo que 28 foram passados dentro da Globo.

Questionada sobre sua relação com a rede Globo, Xuxa fez questão de defender o nome de sua antiga casa.

xuxa11“Tenho uma história de boas lembranças com a rede Globo. Não irei apagar isso da minha história. Não quero que ninguém fale mal da casa onde vivi e avisei isso para o Marcelo. Agora, se a Globo irá se lembrar de mim em sua comemoração de 50 anos não posso responder por eles.”

A loura se desculpou por não estar com a saúde perfeita nesta tarde. “Estou com uma virose, desculpem pela minha voz. Porque estou dormindo pouco, mas sei tudo o que quero fazer. Estou escrevendo muito. É difícil dizer tudo o que passa na minha cabeça. A ficha ainda não tinha caído”, reconheceu a apresentadora.

 
 

Programa na Record

1 xuxa-1Sobre a atração que comandará na Record, a apresentadora reiterou o que Marcelo Silva tinha adiantado no início do ano, quando fez referência à apresentadora norte-americana Ellen Degeneres. “Minha inspiração é a Ellen. Não ser a Ellen, mas o programa é uma inspiração”, disse ela, afirmando que ainda não tem equipe nem diretor definidos na nova casa. “Saindo daqui terei uma reunião para montar equipe. Não conheço os profissionais da casa ainda. Tenho liberdade para trazer o meu pessoal”, afirmou a loura.

Com mais de 30 anos de carreira como apresentadora, Xuxa disse que não acredita na previsão da Record para a estreia de sua primeira atração. “O Marcelo quer que o programa esteja no ar em dois meses, mas acho impossível porque sou muito exigente. Quero interação, entrevistas.” No fim, o bispo ainda insistiu no prazo e ela fez cara de “vamos ver, acho difícil”.

Por conta da estreita relação da rede Record com a Igreja Universal do Reino de Deus, ficou a cargo de Marcelo Silva — que também é bispo — responder sobre a possibilidade de Xuxa receber convidados ligados a outras religiões, como o Padre Marcelo Rossi, por exemplo, com quem ela já conversou e se apresentou várias vezes. “Não existe preconceito na emissora. Uma vez chamamos e ele recusou”, disse. A nova funcionária ainda brincou ao ouvir o nome do Padre — “Marcelo Rossi e Fábio de Mello também”.

Walter Zagari, diretor de marketing, disse inclusive que cinco empresas já querem fechar contrato de merchandising para a atração – uma delas é a Embelleze. “Só não faço propaganda sobre bebida e carne vermelha, porque carne vermelha nem meu cachorro come. Quero fazer merchandising de uma maneira bacana, preciso acreditar no produto”, afirmou Xuxa.

Mudança de emissora

No dia 3 de fevereiro foi anunciado que a apresentadora Xuxa Meneghel, 51 anos, havia decidido fechar contrato com a Record. Ela vinha negociando com a direção da emissora havia pelo menos um ano — desde que foi afastada do ar na Globo. O colunista Flávio Ricco apontou que as conversas estavam adiantadas em novembro de 2014.

Não foram revelados valores da negociação, mas certamente está entre as mais caras contratações da história da TV brasileira. Especula-se que Xuxa vá receber R$ 1 milhão de salário e mais participação em merchandisings e faturamento comercial de seus programas.

Só o novo salário seria ao menos cinco vezes o que Xuxa supostamente recebia na Globo, cerca de R$ 200 mil (fora do ar).

Trata-se da maior contratação também da gestão de Marcelo Silva, que substitui Honorilton Gonçalves na vice-presidência artística da casa.

Para fechar contrato, Xuxa teve de esquecer o passado. Ela já acionou judicialmente a Igreja Universal (e venceu) porque um veículo da igreja a chamou de “satanista”.

Havia a expectativa de que Xuxa fosse anunciada como contratada da Record durante a apresentação da programação 2015 da emissora, que aconteceu em fevereiro. Na ocasião, porém, o vice-presidente artístico e de produção da Record, Marcelo Silva, disse que a chegada da ‘rainha dos baixinhos’ seria anunciada juntamente com ela, quando todos os detalhes estivessem acertados.Ele aproveitou ainda para dizer que a Record não pretende reduzir seu quadro de funcionários por conta da admissão da estrela: “Ninguém vai ser demitido por causa da Xuxa.”

Globo

Xuxa-triste Na Globo, Xuxa estava na “geladeira” havia mais de um ano. A emissora dos Marinho, aparentemente, não tinha mais espaço para ela, que foi uma das principais e mais rentáveis estrelas da casa por quase 30 anos.

Depois que soube que a Record estava interessada em seu passe, a Globo até teria reiniciado conversas com a apresentadora, mas a falta absoluta de espaço em sua grade de programação fez com que as novas tratativas fracassassem.

Relembre um dos primeiros momentos da Xuxa na Globo

Abertura Xou da Xuxa 1986

|

Comentários no Facebook