Morre o ator Claudio Marzo

O ator Claudio Marzo morreu na manhã deste domingo (22), aos 73 anos, em decorrência de complicações de um enfisema pulmonar. Ele estava internado no CTI da Clínica São Vicente, na Gávea, desde o último dia 4 de março.

por

claudio-marzo

O ator Claudio Marzo morreu na manhã deste domingo (22), aos 73 anos, em decorrência de complicações de um enfisema pulmonar. Ele estava internado no CTI da Clínica São Vicente, na Gávea, desde o último dia 4 de março.

Nos últimos meses, Cláudio Marzo teve diversas passagens pela clínica. Em fevereiro, ele foi internado com problemas respiratórios. Já em setembro de 2014 ele passou 14 dias no hospital por causa de uma pneumonia. Em outubro ele fez uma cirurgia do aparelho digestivo, e em novembro ele foi internado com um quadro de hemorragia digestiva e diverticulite.

Nascido em 26 de setembro de 1940, Marzo era filho de uma família de operários e descendente de italianos. Ele abandonou os estudos aos 17 anos para trabalhar como figurante na TV Paulista. Mais tarde, foi contratado pela TV Tupi, onde atuou numa produção sobre Chopin. Foi a partir do seu trabalho na TV Tupi que acabou no Teatro Oficina. O ator trabalhou na Tupi, na Globo ena Manchete.

De volta à Globo em 1993, atuou em “Fera Ferida”, de Walther Negrão, no papel do coveiro Orestes Fronteira. Dois anos depois foi convidado para participar do remake de “Irmãos Coragem”, dessa vez vivendo o coronel Pedro Barros.  Os dois últimos trabalhos foramas Em 2007, na Globo, atuou na novela “Desejo Proibido”, de Walther Negrão, e na minissérie “Amazônia – De Galvez a Chico Mendes”, de Gloria Perez.

Um adeus a Cláudio Marzo

[Elite_video_player id=”2″]

Você também vai curtir