TOPO

Madonna manda recado para Dolce e Gabbana: “Todos os bebês têm alma”

por Redação / Publicado em quinta-feira, 19 mar 2015 13:02 PM / / 482 views

0,,42725764,00As declarações polêmicas dos estilistas italianos Domenico Dolce e Stefano Gabbana continuam repercurtindo. Desta vez, a cantora Madonna se pronunciou condenando a dupla e pedindo que pensem antes de falar.

Dolce e Gabbana declararam à revista italiana “Panorama” sua preferência por famílias consideradas tradicionais. “Somos contra a adoção por gays. A única família é a tradicional. Chega de filhos da química e úteros alugados. A vida tem um fluxo natural, e há certas coisas que não deveriam ser mudadas”, afirmaram os estilistas.

“Você nasce uma mãe e um pai – ou, pelo menos, é como deveria ser. Eu chamo de crianças da química ou crianças sintéticas. Úteros alugados, sêmens escolhidos em um catálogo”, acrescentou Dolce.

Depois de enfurecer o cantor Elton John, que chegou a pedir um boicote à marca, foi a vez de Madonna se revoltar com a dupla. “Todos os bebês tem alma, sejam lá como vieram nesse mundo em suas famílias. Não há nada de sintético em almas! Então, como podemos descartar a concepção in vitro e a barriga de aluguel? Cada alma vem a nós para nos ensinar uma lição. Em tudo tem a mão de Deus, mesmo na tecnologia. Tudo está conectado. Pense antes de falar!”, escreveu a cantora em seu instagram.

 

 

Depois de tanta repercussão negativa, os italianos se defenderam em suas redes sociais e através de declarações à imprensa italiana.

“#Boicotedolcegabbana? Isto é intolerância às opiniões diferentes!!! Eu te condeno porque não pensa como eu!!!?? Loucura!!! É como se eu boicotasse ele porque teve dois filhos (com fecundação) in vitro!! Não sou um idiota!!! Tolerância”, escreveu Gabbana em sua conta oficial do Instagram.

“Sou siciliano e cresci com um modelo de família tradicional, formado por uma mãe, um pai e um filho. Sei que existem outras realidades e é justo que existam, mas minha visão de vida são os valores que me passaram”, explicou Dolce, segundo os meios de comunicação locais.

 

|

Comentários no Facebook