TOPO

Kelly Osbourne apoia Jolie e diz que também pode retirar os ovários

por Redação / Publicado em quarta-feira, 25 mar 2015 08:01 AM / / 532 views

Kelly Osbourne apoia Jolie e diz que também pode retirar os ovários

Kelly Osbourne no “The Talk”

Depois da notícia que Angelina Jolie fez uma cirurgia preventiva do câncer e retirou seus ovários e trompas, Kelly Osbourne também se pronunciou no programa “The Talk”, do canal E!, revelando que também poderá fazer a mesma cirurgia. A ex-apresentadora do “Fashion Police” disse nesta terça-feira (24) que tem propensão a desenvolver a doença por seu histórico familiar.

“Eu realmente tenho o gene do câncer. Minha mãe fez com que todos nós fizéssemos o teste depois que ela descobriu que tinha este gene e fez sua dupla mastectomia”, explicou a filha de Sharon e Ozzy Osbourne.

Kelly continuou seu discurso e disse que concorda em 100% com a decisão de Angelina Jolie em evitar o câncer. “Eu sei que um dia eu terei de fazer também porque, se eu tiver filhos, quero estar lá para ficar junto deles. Eu quero estar lá para apoia-los em todos os sentidos que eu puder. É algo que eu aplaudo a Angelina porque ela está dando atenção para este problema. Agora as pessoas estão se conscientizando e fazendo testes para saber das probabilidades.”

O caso de Jolie

Mãe de seis filhos, Angelina Jolie decidiu, aos 39 anos, fazer uma cirurgia na semana passada para retirar seus ovários e trompas de falópio depois que os médicos detectaram sinais precoces de câncer. A atriz americana, que já sabia que tinha um alto risco de ter a doença, compartilhou a decisão em um artigo para o jornal “The New York Times” desta terça-feira (24), intitulado “Angelina Jolie Pitt: Diário de uma Cirurgia”.

“Dois anos atrás eu escrevi sobre a minha escolha de fazer uma dupla mastectomia preventiva. Um simples exame de sangue revelou que eu carregava uma mutação no gene BRCA1. Ele me deu uma estimativa de risco de 87% do câncer de mama e um risco de 50% de câncer de ovário. Perdi minha mãe, avó e tia para o câncer”, escreveu a atriz. Sua mãe, Marcheline Bertrand, morreu em 2007, aos 56 anos, em virtude de um câncer no ovário.

No artigo, a atriz revela que o procedimento havia sido planejado previamente e, embora seja menos complexa do que a sua mastectomia, os “efeitos são mais graves”, porque “põe a mulher em menopausa forçada”.

|