TOPO

“Há muitos lados nessa história”, diz jurada demitida do “X Factor”

por Redação / Publicado em quinta-feira, 19 mar 2015 13:45 PM / / 505 views
  • Reprodução

    "Há muitos lados nessa história", diz jurada demitida do "X Factor"

    Willy Moon e Natalia Kills foram demitidos do “X Factor” da Nova Zelândia após humilharem candidato

Demitida do “X Factor” da Nova Zelândia ao lado do marido Willy Moon por ter humilhado o candidato Joe Irvine, a cantora Natalia Kills falou sobre o caso pela primeira vez em entrevista à MTV Australiana, na última quarta-feira (18).

“Há muitos lados nessa história e eu não vou criar problemas para uma indústria inteira que está há anos e anos entretendo as massas, então obrigada a absolutamente todos pelo apoio”, disse Kills.

A cantora ainda aproveitou para mostrar apoio ao marido. “Eu amo meu marido de todo o coração. Nós nos ficaremos juntos não importa o que aconteça”, disse, em seguida agradecendo a ele e aos fãs: “Obrigado a todos os meus fãs. Obrigada a meu marido. Gostaria de desejar a Joe Irvine e aos garotos tudo de melhor no programa”.

Kills também se pronunciou sobre o caso em seu Twitter. “Muitas coisas acontecem nos bastidores de um reality-show e o que você vê não é sempre a história completa. O programa me incentivou a trazer minha paixão, minha expressão dramática e minha perspectiva. Fui encorajada a ser franca e as coisas saíram do controle. Joe, espero que você possa me perdoar e te desejo tudo de melhor. Seja natural e incomum e seja você mesmo”.

Entenda o caso

A saraivada de críticas ao candidato começou com Kills, que afirmou categoricamente que Irvine havia copiado o visual de seu marido e colega de programa, do terno ao penteado. “Acho uma atrocidade artística. Estou envergonhada de estar sentada aqui, na sua presença, tendo que te dar a minha opinião”, afirmou.

O participante foi ficando cada vez mais sem graça, enquanto os comentários continuaram. Em seguida, Moon foi ainda mais longe: “É como se fosse Norman Bates (personagem do filme “Psicose”) vestido com as roupas de sua mãe. É assustador, e sinto como se você fosse costurar a pele de alguém ao seu rosto e depois matar todo mundo nesta plateia”.

Após a comoção que a história causou na internet e deixou irritada a Media Works, que produz a versão neozelandesa do reality musical, os dois jurados foram demitidos.

“Ontem à noite, Kills e Moon fizeram comentários que são completamente inaceitáveis”, afirmou o executivo Mark Weldon, da MediaWorks, em um comunicado oficial. “Nós esperamos que os jurados da atração façam críticas das performances, mas nós não vamos tolerar discursos destrutivos de nenhum deles. Os participantes dão tudo de si nessa competição, e eles esperam receber um retorno profissional e construtivo. Não acreditamos mais que Kills e Moon são as pessoas certas para serem os jurados do X Factor e eles vão deixar o programa”, diz a nota.

|

Comentários no Facebook