TOPO

Candidato humilhado do X-Factor neozelandês ganha apoio e cupcakes de Lorde

por Redação / Publicado em terça-feira, 17 mar 2015 14:16 PM / / 423 views
  • AFP PHOTO / MARK RALSTON

    Candidato humilhado do X-Factor neozelandês ganha apoio e cupcakes de Lorde

    A cantora Lorde deu apoio a Joe Irvine, que foi humilhado no "X-Factor" da Nova Zelândia

Humilhado no “X-Factor” neozelandês, o candidato Joe Irvine ganhou cupcakes e uma mensagem de apoio de uma conterrânea sua: a cantora Lorde.  O competidor compartilhou em seu Twitter os mimos que ganhou da vencedora do Grammy dias após ter recebido críticas duras dos jurados Natalia Kills e Willy Moon, que foram demitidos da atração.

A carta, escrita à mão por Lorde, trazia a seguinte mensagem: “Oi, Joe. Só queria dizer: sua individualidade, sua energia positiva e seu entusiasmo são contagiantes. Acho que você tem feito um ótimo trabalho no programa até agora. Eu também sou uma performer, e queria dizer que não importa o quanto as pessoas me zoem por como eu me visto, movo ou ajo, eu estou sendo eu – e isso é o importante. Boa sorte e muito amor, Lorde”.

Os cupckaes enviados por Lorde estavam decorados com letras que formavam a frase “keep being Joe” (“continue sendo Joe”, em tradução livre).  

 No Twitter, Irvine agradeceu o apoio: “Você é incrível. Eu amo sua música e quero te conhecer. Muito obrigado pelos cupcakes, adorei eles”.

@jooe63_joe lorde sent me cupcakes I thank u so much I love them pic.twitter.com/11kFEoVqwn

— joe irvine (@jooe63_joe) March 16, 2015

Entenda o caso

A saraivada de críticas ao candidato começou com Kills, que afirmou categoricamente que Irvine havia copiado o visual de seu marido e colega de programa, do terno ao penteado. "Acho uma atrocidade artística. Estou envergonhada de estar sentada aqui, na sua presença, tendo que te dar a minha opinião", afirmou. 

O participante foi ficando cada vez mais sem graça, enquanto os comentários continuaram. Em seguida, Moon foi ainda mais longe: "É como se fosse Norman Bates (personagem do filme "Psicose") vestido com as roupas de sua mãe. É assustador, e sinto como se você fosse costurar a pele de alguém ao seu rosto e depois matar todo mundo nesta plateia".

Após a comoção que a história causou na internet e deixou irritada a Media Works, que produz a versão neozelandesa do reality musical, os dois jurados foram demitidos.

"Ontem à noite, Kills e Moon fizeram comentários que são completamente inaceitáveis", afirmou o executivo Mark Weldon, da MediaWorks, em um comunicado oficial. "Nós esperamos que os jurados da atração façam críticas das performances, mas nós não vamos tolerar discursos destrutivos de nenhum deles. Os participantes dão tudo de si nessa competição, e eles esperam receber um retorno profissional e construtivo. Não acreditamos mais que Kills e Moon são as pessoas certas para serem os jurados do X Factor e eles vão deixar o programa", diz a nota.

|

Comentários no Facebook