Após xingamentos a Dilma, Globo News interrompe transmissão de manifestação

O canal de notícias Globo News interrompeu na manhã deste domingo (15) a transmissão depois que manifestantes xingaram a presidente Dilma Rousseff (PT) com palavrões. Sob gritos de "ei, Dilma, vai ***", o canal de notícias cortou a fala do repórter, que relatava detalhes sobre o ato realizado na zona sul do Rio de Janeiro, e transferiu para a âncora nos estúdios.

por
imagens-do-dia-20140605-25-size-598O canal de notícias Globo News interrompeu na manhã deste domingo (15) a transmissão depois que manifestantes xingaram a presidente Dilma Rousseff (PT) com palavrões. Sob gritos de “ei, Dilma, vai ***”, o canal de notícias cortou a fala do repórter, que relatava detalhes sobre o ato realizado na zona sul do Rio de Janeiro, e transferiu para a âncora nos estúdios.

Ei, Dilma, Vai tomar no C# ! hehehe pic.twitter.com/dr7rdPf3KC Tchau Dilma

— Tancredo Eduardo (@tancredoeduardo) March 15, 2015

Organizadas por diversos grupos –Vem Pra Rua, Revoltados On Line e Movimento Brasil Livre são os principais– e divulgadas tanto por redes sociais como por mensagens instantâneas, as manifestações devem ocorrer em 25 capitais e em mais de 150 cidades no decorrer deste domingo. Apenas em Rio Branco (AC) e Boa Vista (RR) não há atos agendados.

No Rio de Janeiro, as manifestantes ocorrem no posto 5 da praia de Copacabana. Mais de 43 mil usuários do Facebook confirmaram presença no ato.

Entre as motivações dos manifestantes para os protestos estão a insatisfação com o governo federal, o pedido de impeachment da presidente e até mesmo uma intervenção militar, pleito que gera divergências dentro do movimento antipetista.

Você também vai curtir