Deixem Roberta Close em Paz!

por

Símbolo sexual nos anos 80 e 90, a carioca Roberta Close causou furor quando surgiu pra mídia na primeira metade da década de 80. A música Dá Um Close Nela, de Erasmo Carlos, bombou nas paradas de sucesso e a musa Close foi parar nas revistas, na TV, nas passarelas, em todo lugar. A grande questão, na época, é que Roberta era transexual. Passou um tempo, ela fez a cirurgia de redesignação de sexo e posou nua pra Playboy. Depois pra Sexy. E continuou na mídia. Conheceu seu marido suíço, mudou pra Zurique e passou a ter uma vida longe dos holofotes. E realmente parece estar feliz assim. Como boa parte das pessoas La Close está nas redes sociais. E, vez ou outra, publica fotos. Pois toda vez que Roberta publica uma nova imagem chovem críticas em relação a sua aparência. Que ela teria aplicado botox, que teria feito preenchimentos. Pra início de conversa, Roberta pediu a opinião de alguém? Será mesmo que ela está interessada em saber se continuam achando ela bonita ou não? Há uns anos Roberta ainda aparecia pelo Rio nessa época de carnaval. Agora nem isso. Deixem a musa em paz, se ela está feliz com sua aparência o que alguém tem a ver com isso! E só um toque: apenas os sortudos envelhecem. Muita gente não tem essa oportunidade.

Para saber em tempo real as atualizações do blog basta seguir @AndreSank no Twitter