TOPO
Sem categoria

Branco ou azul? Entenda o porquê de enxergar o vestido de formas diferentes

por Christian Simon / Publicado em sexta-feira, 27 fev 2015 16:03 PM / / 386 views

20150227092410607279a

Um vestido foi o assunto mais comentado na internet na noite da quinta-feira (26). Tudo começou quando uma internauta postou em seu Tumblr uma foto da peça perguntando se a vestimenta era branca ou azul. Foi o suficiente para desencadear uma enxurrada de postagens nas redes sociais, mensagens de celular e criação de memes. Não se trata de enxergar de forma correta ou errada. Há uma explicação científica para enxergar o vestido de duas formas distintas.

O professor do departamento de Neuropsiquiatria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), João Ricardo Mendes, aponta dois fatores que podem ajudar a explicar a confusão. “Primeiramente, a questão técnica precisa ser observada. Como a foto foi tirada e em que condições ela está sendo visualizada. A imagem não tem uma boa resolução e as telas de notebooks, celulares, tablets e outros equipamentos podem apresentar diferenças na hora de enxergar a foto. É diferente de ver ao vivo.Outro ponto é a questão da sugestionabilidade. Alguém que enxerga o vestido inicialmente de uma cor, pode mudar de opinião após muitas pessoas falarem o contrário”, acredita.

Especialistas dizem se tratar de um fenômeno conhecido como ilusão de luminosidade. A luz entra nos nossos olhos através de diferentes comprimentos de onda. Nossa visão é adaptada para enxergar com luz natural e não se baseia apenas em luminosidade, do contrário não seriamos capazes de diferenciar imagens brancas mal iluminadas de imagens negras muito iluminadas. E o ser humano passa a compensar a luminosidade da luz solar, de acordo com as variações do dia, como durante a manhã, ao entardecer e em outros momentos. Com isso, há pessoas que compensam o lado azul, enxergando o vestido como branco e dourado, e outros que compensam o lado dourado, vendo a peça como azul e preta. O fundo da imagem faz o papel de luz solar, na foto do vestido, criando a confusão. Diferentes cores no fundo podem criar diferentes imagens da peça.

Mas a questão é mais complicada. Os fatores que nosso cérebro utiliza para compor as cores são subjetivos e podem causar diferenças no que se enxerga. Pontos como contexto, similaridade, memórias anteriores e iluminação são levados em conta pelo olho humano. A imagem do vestido é uma foto superexposta, o que contribui para criar essa confusão. Ao se ajustar a exposição em um programa de edição de imagens, podemos ver o vestido em sua cor natural. E de acordo com toda essa explicação científica, o vestido é azul. O debate chegou, inclusive, até as celebridades, que não deixaram de se manifestar sobre o fato.

|

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *