TOPO
Sem categoria

“Aprendi muito”, diz ator do “Porta dos Fundos” em seu 1º longa “Superpai”

por Bibi Toledo / Publicado em quinta-feira, 26 fev 2015 08:51 AM / / 424 views
  • Reprodução/Instagram

    "Aprendi muito", diz ator do "Porta dos Fundos" em seu 1º longa "Superpai"

    Antonio Tabet, do Porta dos Fundos

Uma homenagem ao pai moderno que tem que dividir funções com a mãe e não sabe lidar com este novo mundo. Este é o novo longa-metragem “Superpai”, com direção de Pedro Amorim, que teve sua pré-estreia nesta quarta-feira (25), na Lagoa Rodrigo de Freitas, zona sul do Rio de Janeiro.

Antonio Tabet, conhecido por vários personagens no canal online “Porta dos Fundos”, está estreando no cinema e diz que tudo é grande aprendizado, já que estava acostumado às produções menores da produtora em que trabalha.

“Foi uma experiência incrível para mim. Estou acostumado a fazer ‘Porta dos Fundos’ que é muito confortável para mim, participo do processo de criação e eles são meus amigos há muito tempo. Tive que fazer um exercício de humildade e ouvir, aprendi muito. Surgiu o convite para fazer cinema e eu resolvi topar. Gostei da vibe do pessoal e do roteiro. Não tem mistério fazer cinema. Todos os mistérios eu desvendei”, comentou.

Quem também estreou no cinema foi a atriz Monica Iozzi, que vive Scarlett em “Alto Astral” e já foi repórter do “CQC”.

“Eu não via a hora disso acontecer. Eu gostei tanto que já rodei mais dois filmes. O segundo do Toni Venturi ainda não está com título definido que o Thogun também está. Só quero fazer isso agora.”

Dani Calabresa, que também deixou o “CQC” recentemente, está no elenco e contou que vive uma “ex-piranha” no novo filme “Superpai”. “A Julia é uma ex-piranha que deu para todo mundo no colégio, bebia, levava bebia na lancheira. Deu para todo mundo menos o personagem do Kibe [Antonio Tabet], ele teve raiva dela. Ela dava para todo mundo menos para ele. Então ela ficou se segurando o filme todo para não beber e não ser piranha e ficar com qualquer um”, riu.

Danton Mello, o protagonista do longa-metragem, já é veterano no cinema, mas conseguiu sentir um gosto de novidade neste trabalho, pois viveu na trama situações que já passou em sua vida pessoal.

“O personagem é um cara que ama o filho, mas é um cara que não sabe como se portar e o que fazer. Me identifico um pouco com ele. Minhas filhas, quando ficavam doentes, eu nunca sabia quantas gotas dar o remédio, elas falavam para mim qual era o remédio e a hora certa. Coisas que não entram na cabeça do homem. Acho que no futuro, enfim… é uma coisa nova pra gente”, admitiu.

O filme ainda tem no elenco Danilo Gentili, Paulinho Serra, Thogun Teixeira, Gisele Itiê, Rafinha Bastos, Juliana Didone e Martha Nowill. A produção chega às telas do cinema nesta quinta-feira. 

|

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *