TOPO
Sem categoria

Exclusivo: 10 Perguntas para a top model Solange Cousseau, musa do clássico clipe Uma Noite e Meia

por André Sank / Publicado em sábado, 10 ago 2013 22:32 PM / / 2226 views

Quem viveu os anos 80 e 90 deve lembrar da top model catarinense Solange Cousseau. Morena de cabelos curtinhos e faiscantes olhos azuis, Solange estampou dezenas de capas de revistas, estrelou inúmeros comerciais e fez participações em novelas e programas da Globo. Também atuou em dois filmes italianos com destaque para La Figlia di Lady Chatterley. Também foi a estrela do clipe mais quente do verão 1988, Uma Noite e Meia. A música de Marina foi uma febre e rumores de um affair entre a cantora e Solange pipocavam na imprensa. Discreta ela nunca havia falado do assunto. Até agora. Mãe de dois filhos e prestes a completar 44 anos, a catarinense, que atualmente vive em Joinville/SC, está solteira há 8 meses. E está preparando uma surpreendente autobiografia. A seguir o papo exclusivo com a eterna musa Solange Cousseau.

1- Blog do Sank: Você aceitou um convite para publicar sua autobiografia. Por que agora? Em 2000 a Editora Azul já havia lhe feito essa proposta né?
Solange Cousseau: Acho que estou pronta, madura, vejo que tive uma vida intensa, interessante, que pode resultar em algo bacana para as pessoas lerem. Vou falar do lado profissional, do glamour da vida de modelo, dos trabalhos como atriz, mas vou falar do outro lado da vida de modelo, da parte ruim do sucesso. Num outro trecho falarei sobre o amor, sobre as relações tumultuadas, das consequências dos erros e por fim, vamos falar do meu encontro com Deus, nada de fanatismo, nem de tentar convencer ou converter as pessoas, apenas a minha visão sobre a importância de se ter uma vida espiritual.

2- Blog do Sank:  Aos 44 anos você não acha cedo para escrever um resumo da vida? Ou a autobiografia significa um recomeço?
Solange Cousseau: Acho que tive uma vida pessoal e profissional intensa, por isso resolvi escrever agora, apesar de ser ainda jovem. Mas não significa um recomeço, apenas a minha vontade de fazer um balanço de todos esses anos e dividir as melhores e piores partes com as pessoas.

3- Blog do Sank: Você foi uma top model nos anos 80 e 90, antes do fenômeno das brasileiras lá fora. O que a experiência de ser modelo acrescentou na sua vida? O trabalho de modelo era bem remunerado?
Solange Cousseau: Pelo lado profissional não acrescentou muita coisa, modelo chega a uma certa idade e para…Acabou o trabalho mas ficaram as belas fotos e recordações. As boas lembranças das viagens pelo mundo, os amigos que fiz pelo caminho, as histórias boas e ruins. Olhando pelo lado da vida aprendi que deveria ter sido mais paciente e menos bocuda.rs.
Na minha época o trabalho de modelo não era bem remunerado, alias existia um grande preconceito. Modelo começou a ganhar melhor e ser visto de uma forma diferente em nosso país depois de Shirley Mallmann (na segunda metade dos anos 90).
Em 2000 decidi voltar pra São Paulo e mudar de vida. Comecei a produzir teatro, enquanto isso para me manter continuei na publicidade e também trabalhei no atendimento ao cliente em uma agência. Mas em 2002 decidi deixar tudo e voltar para o Sul.

4- Blog do Sank:  Você participou de dois filmes na Itália, de conteúdo erótico. Filmes sutis, mas adultos. Gosta de assistir, qual é a sua reação hoje ao ver os longas? E seus antigos comerciais?
Solange Cousseau: Sim, fiz dois longas na Itália. Num deles foi apenas uma rápida participação que me arrependo (Senso Proibito). Quando aceitei a participação não tinha a cena que acabei tendo que fazer (cena alias que as atrizes brasileiras são acostumadas a fazer tanto no cinema quanto nas novelas da Globo), enfim, odeio saber que fiz e nunca sequer vi. O outro filme que foi o segundo longa onde eu era a protagonista. Já vi varias vezes foi um bom filme mas muito mal dirigido. Gosto da Filha de Lady Chatterlley (1996) e não considero um filme adulto, pra mim adulto é pornô e o meu é listado nos eróticos. Este longa me rendeu fama em toda Europa, abriu portas em muitos lugares e muitos trabalhos dos quais sequer desfrutei pois ainda antes do lançamento oficial vim passear no Brasil e voltei pra Itália só 2 anos depois pra desmontar minha casa e voltar ao Brasil. Já estava gravida do meu filho Pedro. Gosto muito de ver meus trabalhos,os poucos que tive acesso, pois antigamente não conseguíamos ver tudo que fazíamos.
5- Blog do Sank: Você também posou para revistas masculinas como a Playboy e a Sexy, onde concedeu uma entrevista bombástica. Faria de novo?
Solange Cousseau: Não faria de novo! Tudo na vida tem seu momento,o meu foi quando fiz. Agora tenho outros projetos para minha vida, além do mais ta cheio de moças todas durinhas ai querendo mostrar a bunda pra valorizar o cache…rs. 
Quanto a entrevista bombástica para a Sexy foi por minha conta,sempre fui bocuda e dizia o que pensava, nunca fui hipócrita e jamais fingi ser alguém que não era…continuo assim,claro,com mais moderação,os anos e as cabeçadas me ensinaram a pensar 2 vezes antes de falar ou fazer alguma coisa. Falei o que tinha que falar, não menti e nem inventei nada pra me promover,quem me conhecia sabe.
SEMPRE FUI BOCUDA. NUNCA FUI HIPÓCRITA E JAMAIS FINGI SER ALGUÉM QUE NÃO ERA”

6- Blog do Sank: No verão de 1988 você estrelou o clipe Uma Noite e Meia, da Marina, e declarou em entrevistas que viveu um relacionamento um tanto conturbado com a cantora. Agora muitos anos depois como vê a experiência? Mantém contato com a Marina?
Solange Cousseau: Jamais declarei uma só vez sequer que vivi um relacionamento com Marina, depois que fiz o clipe com ela nem precisou, ficou por conta dos fofoqueiros de plantão. Depois do clipe eu e Marina fomos ficando amigas aos poucos,sempre gostei muito dela, uma pessoa inteligente e cheia de talento. Fomos ter um affair muitos anos depois que os comentários rolavam e foi ai que ela escreveu duas músicas, onde uma levou o meu nome, ou seja, não era segredo pra ninguém sobre os acontecimentos. Não vejo Marina há muitos anos, as vezes vejo uma ou outra noticia sobre seu trabalho e fico feliz por ela. É uma guerreira e talentosa, merece ser feliz e seguir em frente fazendo o que gosta.
“FOMOS TER UM AFFAIR MUITOS ANOS DEPOIS QUE O COMENTÁRIOS ROLAVAM E FOI AÍ QUE ELA ESCREVEU DUAS MÚSICAS, ONDE UMA LEVOU O MEU NOME” diz Solange sobre a cantora Marina

7- Blog do Sank:  Você casou, teve dois filhos e leva uma vida pacata hoje em dia. Sente saudades do meio artístico? Seu filho mais velho esteve recentemente no Rio. Caso ele queira seguir carreira artística terá seu apoio?
Sim, me casei há quase sete anos e já me separei tem 8 meses e desse casamento tenho um filho de 6 anos que se chama Pethrus.Tenho também o Pedro com 16 que é o filho de um relacionamento de um ano que tive em São Paulo.
Se o Pedro quiser seguir a carreira de modelo eu deixo sim, mas dessa vez será diferente do que foi comigo,hoje com a experiência que tive posso ajuda-lo em tudo, inclusive a nunca jamais deixa-lo parar de estudar…Ser modelo é um estado e não uma profissão. É como estar doente, uma hora passa
Sinto saudades do meu trabalho como modelo, sou até hoje uma apaixonada por fotografia, eram delirantes aqueles minutos ou horas que eu estava ali trabalhando.
8- Blog do Sank: Você se converteu. Hoje é evangélica e está na Assembleia de Deus. Como tem sido essa experiência?
Solange Cousseau: Sim, me converti ao cristianismo em março de 2002 em São Paulo e foi um dos motivos que me fez desistir de tudo e morar aqui no Sul, pois tenho certeza que na época se eu continuasse vivendo em Sampa eu não conseguiria mudar tudo que eu queria e precisava mudar na minha vida. Tudo que posso te dizer André é que Deus é tudo pra mim, minha vida esta em suas mãos, meus filhos e tudo que me pertence é Dele e por ELE.
9- Blog do Sank: Teremos Solange Cousseau de volta aos filmes, comerciais e novelas? Tem vontade de voltar a morar no Rio, São Paulo? 
Solange Cousseau: Estive no Rio agora nas férias com meu filho Pedro. Havia esquecido o quanto amo o Rio, como o Rio é lindo. Me deu sim vontade de voltar a morar no Rio, mas querer não é poder, pra morar no Rio eu precisaria estar trabalhando muito, tudo esta muito caro, absurdo. Eu sou dura, não casei com homem rico e nem fiquei rica trabalhando como modelo, então teria que começar do zero e isso não é fácil.
Se aparecer uma oportunidade em filmes, comerciais e TV, tudo que digo é.eis me aqui, tô a disposição, gosto e preciso de din din, então não descarto trabalho, muito menos o que gosto de fazer.
Amo São Paulo e voltaria a morar lá com o maior prazer, inclusive estou negociando um emprego por lá. Mas pra voltar a trabalhar creio que não tenho a necessidade de morar em Sampa ou Rio, hoje existe a grande facilidade de ir e vir pelos aeroportos brasileiros. Me achar é fácil, tô no Facebook e lá tem todos os meus contatos.
10-Blog do Sank: Como está a sua vida hoje?
Solange Cousseau: Minha vida hoje é tranquila, vivo para os meus filhos e sempre estou na Igreja, já preguei a palavra de Deus por muitos lugares aqui no Sul, já dei meu testemunho em vários lugares e através dele vi mais vidas serem transformadas como a minha foi. Hoje através da minha vida com Deus adquiri princípios que antes desconhecia, aprendi a ser mais paciente e o pavio que sempre foi muito curto. Hoje tem metros e metros de comprimento, penso mil vezes antes de estourar. Alias nem estouro mais…rs.

Para saber em tempo real as atualizações do blog basta seguir @AndreSank no Twitter




|

Comentários no Facebook