Saudades de Ronaldo Resedá

por

Uma das figuras emblemáticas da minha infância, estranhei quando Ronaldo Resedá morreu precocemente aos 38 anos em 1984. Eu tinha 10 anos na época e tive contato com a notícia de morte uma das primeiras vezes na vida. O que guardo na memória é a imagem de alegria, de festa, eternizada por Resedá. Ele foi um dos ícones da Disco brasileira. Eternizou canções como Marrom Glacê (tema da novela homônima), Plumas e Paetês (também tema da novela homônima) e Kitch Zona Sul (da trilha de Dancin Days). As letras sempre falavam de beleza, alto astral. Bailarino e ator o carioca nascido no mesmo dia que eu (16 de outubro) foi professor de jazz de estrelas como Marília Pêra e Zezé Motta. Saudades Resedá, luz pra você onde quer que esteja!

Para saber em tempo real as atualizações do blog basta seguir @AndreSank no Twitter